Blitz Cultural

David Bowie ressurge!

Capa de seu primeiro ábum lançado, em 1966

Capa de seu primeiro ábum lançado, em 1966

Desde o primeiro álbum lançado, em 1966, Bowie havia mantido uma média de um lançamento ou mais por ano. Não só de músicas, mas inovações. Essenciais em cada álbum lançado, o que chega a caracterizar o estilo do artista: recheado de ideias inovadoras e marcado por reinvenções do rock.

Porém, dos anos 1990 para frente, a crítica não o contemplava da esma forma. Nas palavras de Thales de Menezes, editor-assistente da “Ilustrada” do jornal Folha de S. Paulo: “Mas nos anos 1990 e na metade de primeira década deste século Bowie não se mostrou tão criativo quanto antes. Um exemplo é ‘Reality’, de 2003…”.

O que acham da primeira música do álbum em questão e último clipe até o novo lançamento?

Infelizmente, no mesmo ano de lançamento de “Reality”, Bowie sofreu um enfarto durante turnê na Alemanha. Desde então, os fãs já haviam se conformado com uma possível aposentadoria do artista, principalmente após uma década sem novos projetos. Bastava a eles a nostalgia dos antigos hits, como “The Man Who Sold The Word” (“O Homem que Vendeu o Mundo”, em português), single que batizou o álbum lançado em 1970. Uma curiosidade é que esse hit m questão não fez tanto sucesso em 1970 com Bowie, apenas para a cantora pop Lulu e ainda depois, em 1990, quando o Nirvana resgatou a música para o disco MTV Unplugged.

Agora, uma década depois do lançamento de “Reality”, o lendário David Bowie retorna com o disco “The Next Day”. Apesar da criatividade ter retornado fortemente, há uma clara ligação entre o novo trabalho com os realizados entre 1975 e 1980. A quinta faixa, “Where Are We Now”, por exemplo, fala de Berlim, cidade onde morou e gravou.

A capa de “The Next Day”, apesar das músicas de grande qualidade, não foi exatamente criativa. É a mesma de “Heroes”, álbum lançado em 1970, com pouquíssimas alterações. O nome “Heroes” foi riscado de forma tosca e um quadrado branco com o nome do disco em preto cobre a maior parte da capa, incluindo o rosto do artista.

Capa de "Heroes" (1970) e "The Next Day" (2013)

Capa de “Heroes” (1970) e “The Next Day” (2013)

Anunciado para o dia 11 de março, “The Next Day” revela, apesar de pausa de uma década, que David Bowie não perdeu o tato musical. Com faixas sexy e hipnóticas, com uma pegada mais jazzista, rockeira ou ainda de balada, o novo disco apresenta músicas inclassificáveis. Em pré-venda na iTunes Store ainda custa US$12,99 (R$26), mas um gostinho dá pra ser de graça:

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Information

This entry was posted on March 5, 2013 by .
%d bloggers like this: